O início do processo de dentição do bebé

Assim como andar e dizer as primeiras palavras, a dentição é outro passo importante na vida do seu bebé. Apesar de ver o primeiro dente quando o seu bebé sorri, ser algo que proporciona muita alegria, o processo pode ser bastante stressante, tanto para si como para o seu bebé. A primeira dentição pode causar muitos sintomas desconfortáveis, como por exemplo gengivas inchadas, babar, assadura do queixo, querer morder em tudo, problemas em dormir, etc. E, quando o seu bebé começa a primeira dentição, pode ficar segura que o seu bebé está com o desenvolvimento no caminho certo. O desenvolvimento dos dentes é necessário para que a sua criança seja capaz de comer uma dieta equilibrada, incluindo alimentos sólidos, o que é um pré-requisito para um desenvolvimento correto e um sistema imunitário forte. A primeira dentição tem também um papel importante no desenvolvimento das capacidades linguísticas. Mastigar os alimentos ajuda a fortalecer os músculos do queixo, bochechas, lábios e língua, todos eles necessários para conseguir falar corretamente.

Quando se inicia a primeira dentição?

Para a maioria dos bebés, o primeiro dente começa a aparecer por volta dos 6 meses. No entanto, este passo é bastante individual e pode surgir mais cedo por volta dos 3 meses de idade, mas não é normal para um bebé com mais de 12 meses de idade começar a desenvolver o primeiro dente. Apesar do intervalo de tempo em que o primeiro dente pode nascer ser bastante individual, existem algumas regras que ditam que os dentes surjam aos pares. A melhor forma de entender este processo é através de um gráfico de dentição.

O momento em que o seu bebé terá o seu primeiro dente irá depender maioritariamente de si. Se você e o seu parceiro tiveram a dentição cedo, é provável que o seu bebé também tenha. A mesma coisa se aplica caso você tenha tido a dentição mais tarde.

Normalmente, o primeiro dente a aparecer são os primeiros dois dentes frontais inferiores ou os incisivos centrais, seguidos pelos dentes superiores frontais. Por vezes os dentes surgem de ordem diferente, mas quase sempre em pares. Estes dentes geralmente não causam muita dor pois as suas pontas são bastante finas e não causam grande problema quando passam pelas gengivas. Quando o seu bebé atinge o primeiro ano de idade, os molares irão começar a aparecer (estes são os dentes na parte de trás da boca). Os molares são mais desconfortáveis do que os incisivos, maioritariamente devido à sua superfície grande que causa mais pressão e dor para conseguirem passar pelas gengivas.

Quando o seu bebé atinge os três anos de idade, os dentes devem estar todos no seu lugar. Aos seis anos de idade o processo começa novamente, onde os dentes de leite caem para ser substituídos pelos dentes definitivos. Este processo demora algum tempo, e os dentes do siso aparecem entre os 17 e os 21 anos de idade.

Como aliviar os sintomas da dentição

Conforme mencionámos, no início o processo de dentição pode ser bastante desagradável. Alguns bebés poderão ter um ou nenhum sintoma, enquanto que outros podem não ter muita sorte e causar-lhe muitas noites sem dormir. Existem algumas soluções que podem aliviar parte do desconforto, como por exemplo uma massagem suave, um mordedor frio com gel para a primeira dentição aplicada nos pontos de contacto ou um pano húmido e frio. Eles irão tentar colocar na boca o que conseguirem apanhar, por isso é muito importante manter por perto apenas coisas que onde ele possa morder, e tente manter as mãos deles sempre limpas para evitar infeções. É sempre uma boa ideia ter por perto um babete ou muda de roupa, pois a baba pode ser bastante proeminente e fazer com que o seu bebé fique molhado e frio.